quarta-feira, 28 de junho de 2017

S.S. - Por qué no te callas? Canta, simplesmente

Fui um dos portugueses que acompanhou a noite passada pela TV o desfile das grandes vozes presentes  no MEO ARENA. 
O gesto solidário de quem participou no espetáculo, que teve por finalidade angariar  fundos para as vítimas  dos violentos incêndios que consumiram pessoas e bens, comoveu a maioria dos portugueses, eu incluido. Quem pisou o palco, como intérprete, cumpriu o seu papel a preceito e deixou recados, também eles solidários. Era o que se "pedia" a quem se "venera".
S.S. é a  "vedeta" nais recentte das nossas emoões . Sou um dos portugueses que aprecia o seu talento e a irreverência da postura com que leva  a Carta a Garcia., mas...
Ontem, o serão do MEO ARENA dispensava palavras brejeiras.
S.S. cumpriu, cantando. O resto era desnecessário.
Por qué no te callas? Canta, simplesmente